Saúde e Bem-estar Especiais

Outubro Rosa: diagnóstico precoce do câncer de mama pode salvar vidas

Por:  

Daiichi Sankyo Brasil

25 de outubro, 2022

0

Falar sobre o câncer de mama ainda é um tabu. De acordo com dados, a doença é o primeiro tipo de câncer a acometer as mulheres no Brasil, com cerca de 60 mil novos casos registrados em 2020.¹

Porém, mesmo com a uma prevalência tão grande entre a população feminina, ainda é um assunto difícil de ser abordado. Pensando nisso, na década de 90, a organização Susan G. Komen for the Cure criou a campanha Outubro Rosa como forma de conscientização para o controle da doença.²

A data é celebrada anualmente e conta com ações em diversos lugares do país para falar sobre o tema. São debates, palestras e eventos que visam conscientizar a população sobre a importância da realização de exames preventivos e regulares para diagnosticar a doença, além de facilitar o acesso a diagnóstico e tratamento.²

O diagnóstico precoce do câncer de mama pode salvar vidas e ações são essenciais para chamar a atenção do público mais afetado a prestar atenção aos sinais de alerta do próprio corpo.²

Quais são os principais sintomas do câncer de mama?

Entre os sintomas que mais chamam a atenção, estão:

  • Presença um nódulo endurecido e não doloroso na mama;
  • Gânglios axilares aumentados;
  • Secreção mamilar;
  • Vermelhidão e/ou dor nas mamas;
  • Retração da pele ou do mamilo.³

O autoexame pode facilitar o diagnóstico, mas não dispensa uma consulta ao mastologista, profissional responsável por tratar as patologias que afetam as mamas. ⁴

Importância dos exames de rotina

A mamografia é o exame mais importante para a detecção precoce de lesões e nódulos não palpáveis. Esse exame costuma ser solicitado durante consultas de rotina com o ginecologista, e não depende apenas da idade da paciente. ⁴

Outros exames comuns são a ultrassonografia e ressonância magnética das mamas. Exames como biópsia do tecido costumam ser solicitados para identificar qual é o tipo de lesão encontrado. ⁴

Possíveis tratamentos para o câncer de mama

Os tratamentos variam de acordo com o tipo de tumor e em que grau se encontra. Os mais comuns são:

  • Quimioterapia;
  • Radioterapia;
  • Hormonoterapia;
  • Cirurgia para remoção do tumor e/ou retirada da mama.³

O mês de outubro é marcado pela campanha, mas o autocuidado deve ser preservado durante o ano inteiro. Preste atenção aos sinais do seu corpo, faça os exames recomendados regularmente e, caso perceba os sintomas, não deixe de procurar um profissional especializado. O diagnóstico precoce pode salvar vidas!

Fontes:

1. https://www.gov.br/inca/pt-br/assuntos/cancer/numeros

2. https://bvsms.saude.gov.br/outubro-rosa-mes-de-conscientizacao-sobre-o-cancer-de-mama-2/

3. https://drauziovarella.uol.com.br/doencas-e-sintomas/cancer-de-mama/  

4. https://www.h9j.com.br/pt/sobre-nos/blog/cancer-de-mama